Presbiopia

 

Quando somos jovens, a lente do olho é flexível. Pode mudar rapidamente de forma, dependendo se os raios de luz que entram no olho são provenientes de um objeto distante ou de um objeto próximo. A isto chama-se acomodação. No entanto, com o tempo, devido à diminuição da elasticidade da lente, a mesma não consegue adaptar-se o suficiente ou a uma velocidade suficiente para poder focar. Isto pode ter dois resultados: a visão ao perto fica desfocada e torna-se difícil mudar o foco rapidamente entre objetos próximos e objetos distantes.

As pessoas que apresentam sintomas de presbiopia tendem a afastar os materiais de leitura dos olhos mais do que o normal, e tendem a semicerrar os olhos para poder ler com clareza.

A presbiopia é às vezes conhecida como hipermetropia relacionada com a idade. Outro fator que contribui para a presbiopia é que as proteínas presentes nas suas lentes diminuem, de modo que a lente endurece tanto que não consegue flexionar-se com os músculos do olho, dificultando a visão clara nas proximidades.

A presbiopia pode ocorrer em simultâneo com a emetropia (sem erro de refração, sem necessidade de receita médica), com a miopia ou com a hipermetropia. Se é míope, ter presbiopia pode fazer com que queira remover os óculos para ler. Se é hipermétrope, a presbiopia pode piorar a sua condição.

Temas Relacionados: